10 páginas para curtir no Facebook – que vão te ajudar na carreira de modelo

Oi queridxs, tudo bom?

Vocês sabiam que ser modelo envolve muito mais do que o próprio ato de modelar? Sim! É super importante que você também estude e saiba informações sobre moda, se inspire em editoriais, saiba dos eventos e desfiles recentes, enfim, fique antenada sobre o ramo que você faz parte.

Uma forma simples de fazer com que isso aconteça é seguir/curtir páginas no Facebook que se relacionam com o mundo fashion. E, pra te ajudar, fiz uma lista com 10 páginas que eu curto e gosto bastante do conteúdo. Simbora ver, curtir, seguir?

Revistas

1- Vogue Brasil 

Revista super reconhecida no mundo da moda, a página da Vogue conta com dicas de estilo, beleza e até gastronomia. Vale a pena dar um follow 🙂

2- InStyle

A InStyle é uma revista mensal estadunidense que fala sobre variados temas, como moda, beleza, celebridades e entretenimento. A página é bem legal porque eles atualizam com os posts do site e, muitas vezes tem matérias sobre modelos, editoriais e lifestyle. O único “problema” é que você precisa saber inglês para entender as postagens, uma vez que é o idioma utilizado pelo veículo.

3- ELLE

Fotografia, cortes de cabelo, cuidados com a pele, tendências de moda, tudo isso e muito mais você encontra na página da ELLE. Mais uma revista bacana para curtir, se informar e se inspirar!

Moda 

3- USE Fashion

Um site de notícias e mídia que realiza pesquisas para entender tendências de moda e comportamento de consumo. Essa página é bem focada em moda mesmo, com posts didáticos e informacionais sobre o assunto.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

4- Fashionistando 

Site de BH sobre moda, entrevistas, beleza e turismo. Na página deles, além do nosso tema principal -moda- há várias dicas sobre viagens, o que eu acho bem interessante também!

5- Doctor Raw – Fashion Retouching

Essa página gringa é super legal porque é uma empresa de retoque de imagem especializada em moda e beleza, então eles sempre postam editoriais lindos que dá pra se inspirar muuuito!

7- Fashion Coolture

Esse é um blog da Flávia Linden e eu sou super suspeita pra falar haha. Adoro os looks dela, são muito estilosos e creio que ajuda demais na inspiração! Vale a pena conferir. Ps: Essa linda já deu uma entrevista pro Modela Com ela, se você ainda não viu, clique aqui!

Modelo

8- Models.com

Site gringo de moda entre os mais acessados do mundo! A página é direcionada para modelos, fotógrafos, designers, diretores de casting, entre outros profissionais da moda que querem se manter atualizados sobre tendências, new faces e trabalhos.

9- Modelo Citou

Essa já é uma página mais divertida que conta com vários memes e citações relacionados à vida de modelo. Dá pra se identificar bastante e rir com nossos perrengues hahaha.

10- Modela Com Ela

Lógico que não podia faltar (#publipost) – a MELHOR PÁGINA SOBRE MODELETES que você respeita. Por aqui você encontra dicas da carreira de modelo, informações sobre moda, vídeos super legais sobre esse ramo e claro, tudo feito com muito amor ❤

É isso por hoje pessoar!

Espero que vocês tenham gostado das dicas! E eu quero saber: tem alguma página que você já curtia? Qual você mais gosta? Deixe um comentário!

Um beijim e um queijim,

Ceci ❤

Blogueiras são modelos? – Com Flávia Linden do blog Fashion Coolture

Com a ascensão das redes sociais e da potencial fama que elas proporcionam, é cada vez mais presente o surgimento e o sucesso das blogueiras de moda. Estas, ganham dinheiro com postagens no instagram, vídeos no youtube e até mesmo com fotos para certas marcas. Opa! Fotos para marcas? Mas isso não é o trabalho de uma modelo? Então, as blogueiras viraram modelos? Oi?

df9e16a13c814fa18a61f89f36c1d485

Bom, se considerarmos a definição de modelo como “uma pessoa que serve de imagem, forma ou padrão a ser imitado, como fonte de inspiração” então sim, as blogueiras podem ser consideradas modelos, tendo em vista a influência que elas geram atualmente no mercado da moda. Mas, quando consideramos “ser modelo” como uma profissão, na qual existem regulamentações, agenciamento, estudo, casting, entre outros processos, não podemos intitular uma blogueira como modelo apenas porque ela faz fotos remuneradas.

Ok, mas qual é a implicação disso tudo? A implicação é que, cada vez mais as revistas tendem a fazer editoriais com blogueiras e influencers pelo maior engajamento gerado por tais. Então será que isso pode prejudicar o trabalho das modelos tradicionais futuramente? Não consigo afirmar isso pra vocês, mas com certeza é um tido de concorrência a ser considerado. 

22578117
Blogueira Martina Ritter (no meio)  sendo fotografada para um editorial de Reinaldo Lourenço para a Vogue
01
Camila Coelho em editorial para Morena Rosa

Bom, com esse post, não quero de forma alguma criticar as blogueiras ou seu trabalho, pelo contrário, aprecio muito o que elas fazem e sei que não é tão fácil como muitos imaginam. Só quero deixar claro que blogueira não é modelo profissional e existem muitas diferenças entre esses dois trabalhos. E, para falar um pouco mais sobre isso, entrevistei a maravilhosa Flávia Linden, criadora do blog Fashion Coolture e dona do perfil com o ranking mais popular do mundo no site Lookbok.nu. Ela vai nos contar um pouco sobre a sua carreira como blogueira e nos dizer se ela se sente ou não como uma modelo no seu trabalho.

fashioncoolture-18-05-2017-look-du-jour-shoulder-veludo-2

Bora lá ler esse papo delícia?

Conte um pouco sobre sua evolução como blogueira, desde quando teve a ideia inicial de criação do blog até os dias de hoje, fale sobre o processo, desafios e conquistas. 
Comecei o blog depois de alguns meses postando no lookbook.nu ainda no final de 2009. No começo de 2010 eu estava formada em direito, mas estava adorando fotografar looks e postar na internet, por isso resolvi criar o FashionCoolture. Não tinha grandes pretensões com o meu trabalho, mas fazia simplesmente porque adorava fotografia e internet. Já nos primeiros meses algumas marcas entraram em contato, assim como o canal GNT e comecei a descobrir novas possibilidades.
Sempre tivemos uma preocupação bem grande com o conteúdo, qualidade das fotos, e, de certa forma isso nos deu destaque e conquistou alguns clientes bem bacanas. Ser convidada para trabalhar com marcas que admiro é simplesmente incrível, assim como as viagens e o contato com os leitores, tudo isso é muito especial. Mas existe muita dedicação, amo meu trabalho, mas nem tudo é esse glamour que as pessoas imaginam!
 
lookbook flavia
Perfil da Flávia no Lookbook.nu
 
Você se considera uma modelo? 
Não. Já fui chamada para fazer alguns trabalhos como modelo para lookbooks ou campanhas e definitivamente não levo o menor jeito para a coisa. Sou muito tímida e só funciono bem na frente da câmera quando estou no comando da produção e da direção de fotografia. Preciso me sentir à vontade e confiante com as escolhas de roupas e poses.
 
Você acredita que, atualmente, as blogueiras são capazes de ditar tendências por si só? 
Sim, hoje são muitas as fontes de informação e certamente os blogs tem seu lugar. Não por acaso as marcas passaram a ficar de olho no street style e nas bloggers, já que em alguns casos as tendências passaram a ser ditadas pelas ruas e por pessoas reais.
 
5154434_sem_tc3adtulo0550
Como você consegue parcerias com marcas? Elas te procuram ou você que as contacta? Existe alguma produção/agência que te ajuda ou te auxilia nesse processo?

O processo de parcerias no blog foi muito natural e gradual. Nos primeiros anos eu nem sabia como monetizar esse trabalho então aguardava o contato de marcas. O trabalho no Lookbook.nu também abriu muitas possibilidades e marcas internacionais também acabaram conhecendo meu trabalho e entrando em contato. Ainda hoje não tenho nenhuma agência que me represente, todos os meus contatos são feitos por email diretamente comigo.

Sobre se sentir confortável diante de uma câmera… Como você se desenvolveu? Teve alguma ajuda ou foi algo que veio naturalmente?

Eu comecei fazendo auto retrato, tipo a selfie de antigamente né? Tinha recém me mudado para uma nova cidade e ficava muito tempo sozinha, por isso as fotos eram um ótimo passatempo. Assim fui aprendendo sozinha a encontrar meus melhores ângulos e a compor looks e pensar em poses… Não foi nada planejado, apenas uma forma de ocupar o meu tempo livre e de me expressar. 
 
d590e306a84d0b21e4123a448477f235
 
Por fim, o você acha que te diferencia das modelos profissionais atualmente?

Como disse anteriormente não me considero uma modelo, pois além de não ter as medidas tradicionais, altura, etc, também não tenho toda a desenvoltura que modelos profissionais tem diante de uma câmera. Então acho que o maior diferencial além das questões físicas, é a autonomia para comandar meus trabalhos para que eu me sinta confiante nas fotos!

O perfil do blog Fashion Coolture no instagram é @fashioncoolture e por lá você encontra fotos lindas e muitas inspirações, merece um “follow” com certeza!

 
falvia insta 2
 

Espero que vocês tenham gostado do post! Digam nos comentários o que vocês acham sobre essa relação entre carreiras – modelo e blogueira, pra vocês é diferente ou não?

Bjbj, Ceci ❤

Quero ser modelo! E agora? – Veja quais são os primeiros passos

Ei gente, percebi que fico dando várias dicas para vocês que estão iniciando a carreira de modelo, mas nunca dei uma dica pra quem quer começar a tentar. Atendendo a alguns pedidos, o post de hoje é sobre os primeiros passos que você deve seguir para alcançar esse objetivo.

Ficou curiosa? Então vamos lá!

Se conheça

O primeiro passo é se conhecer. Claro que existem exceções, mas no mercado da moda atual, para você se tornar uma modelo fashion profissional (sem ser plus size) você precisa ter altura e ser magra. Mais especificamente ter no máximo 90 de quadril, no mínimo 1,72 de altura (para mulheres) e creio que 1,82 (para homens). Apesar de ser bem polêmico, é essa a realidade. Por isso, se conheça, veja se você tem o perfil ou se você estará disposta a alcançá-lo. Nesse processo, peça opiniões, pergunte para as pessoas o que elas acham. Mas é claro que no final a decisão é toda sua, ok?

Wallpapers Market

Encontre uma agência confiável

Esse é um passo suuuuuper importante! Pesquise, estude, procure modelos que já estão nas agências e pergunte pra elas sobre a experiência, analise avaliações e tenha certeza do grau de profissionalismo das agências que você escolher. Existem agências muito famosas que são muito exigentes na hora de escolher os modelos, por isso não adianta você querer visitar apenas estas, uma vez que as chances são menores. O que eu recomendo é que você selecione uma agência bem famosa, uma com filiais em vários estados e uma mais local que foque em modelos iniciantes (foi o processo que eu fiz).

Depois de escolher, ligue para as agências e marque uma open call (visita). E então no dia combinado você vai lá e mostra seu interesse. SUPER IMPORTANTE: Vá com roupas simples e um salto, sem muita maquiagem e sem acessórios! Tem um post sobre guarda-roupa de modelo aqui, clica aí pra você ter uma ideia do que usar.

Se você for menor de idade, é hiper recomendável que você vá acompanhada dos seus pais ou responsáveis!

Converse e aceite as sugestões do booker

Provavelmente quando você for visitar a agência, o booker irá conversar com você se ele sentir que você tem potencial. E então ele possivelmente irá te dizer que você precisa ser desenvolvida – Mas como assim? Esse processo pode envolver mudanças no cabelo como corte ou parar com químicas, emagrecer, aprender a desfilar, cuidar da pele, aprender a se vestir, enfim uma série de coisinhas que você vai ir dominando com o tempo.

O importante aqui é você aceitar as sugestões (claro, se se sentir segura e confiante) e estar disposta a ser desenvolvida pela agência. Mostre seu interesse girl! Mostre que você quer meeesmo aquilo! Ah, e também aproveita essa conversa pra tirar suas dúvidas, se você tiver alguma.

cape-town-photography-course-fashion

Cursos, book, material, composite?

Beleza, então a agência gostou de você e tem interesse em te agenciar! Muita calma nessa hora quiridas. É beeeem provável que o booker te indique um curso de passarela/fotografia que deve custar entre 500 e 800 reais e depois fazer um book de fotos que custe uns 1000 mais ou menos, pra fazer um composite que deve ficar em torno de 100. (preços estimados daqui de BH gente, não sei ao certo se muda em outras cidades).

Então, essa parte é bem complicada… Não vou negar que tem muita agência que faz a menina pagar isso tudo e depois dispensa ela. Por isso a importância de você escolher uma agência séria! Na minha opinião, esses cursos são muito caros pro conhecimento que eles vão te gerar. Passarela é treino! Foto é treino! Pose é treino! E isso você só vai ir aprendendo ao longo do tempo sabe? Se um booker realmente quer te ver evoluindo, ele mesmo vai te ajudar nesse processo.

cocaine-models-catwalk-coaching-training-day

Quanto ao book e ao composite, são investimentos! Você precisa ter um material de fotos para poder ser apresentada aos clientes e por isso é necessário pagar um fotógrafo profissional e bom para fazer as fotos. Portanto, conheça bem o trabalho do fotógrafo e tenha certeza de que ele irá fazer um bom book pra você!

Não tenho todo esse dinheiro, e agora? Bom, nesses casos você pode tentar conversar com o pessoal da agência sobre a possibilidade de eles investirem no seu book e posteriormente você pagar com possíveis trabalhos. Essa flexibilidade vai depender muito da agência e não posso afirmar que será possível, infelizmente 😦

ekaterina_m_composite

Não desista!

Não deu certo? Depois de ter visitado a agência eles disseram que iam te mandar um e-mail mas você não recebeu nada? Não se fruste! E, se for realmente isso que você quer, não desista! Procure outras agências, procure contatos, corra atrás do seu sonho! É difícil, mas você consegue.

137308-782fd-picture_photo-pureology-image

Reconheça

Reconheça se ser modelo é realmente pra você. Uma vez a minha prima foi fazer uma aula do curso de modelo de uma agência durante um final de semana. No curso ela teve que desfilar, fazer algumas atividades teatrais, aprender sobre estilo, enfim uma série de coisas. Daí depois eu perguntei pra ela como tinha sido a experiência e se ela ia querer continuar, ela virou pra mim e disse: “Eu não sirvo pra isso não, você não pode nem ter a unha grande e nem passar esmalte colorido, eu gosto de ser livre, sacou?” hahaha. Dramas a parte, o que eu quero dizer é que a minha prima reconheceu que essa carreira não era pra ela e simplesmente aceitou. Então, não insista em algo que você não quer ou em algo que você não se vê feliz fazendo, ok?

tumblr_static_tumblr_static_diw00kw9fhw8skcgk8cgkow4w_640

Bom people, esses são os PRIMEIROS passos pra quem quer se aventurar na carreira de modelo e ter um primeiro contato com agências, é mais para vocês terem uma noção do que fazer mesmo. Não é algo super difícil ou inalcançável e se você não tentar, nunca vai saber!

Se sobrou alguma dúvida, deixe aí nos comentários 😉 espero que tenha ajudado alguém!

Bjbj, Ceci ❤

Como foram as audições para a campanha da Gucci? (Pre-Fall 2017)

Oi modeletes!

Hoje trouxe para vocês alguns vídeos de audições/testes de modelos para a campanha de pré-outono 2017 da Gucci. Foi um teste bem diferente, uma vez que os modelos tinham que responder perguntas como “o que significa ter alma?” e “qual é o seu espírito animal?”(com qual animal você tem conexão), além de terem que dançar.

Ficaram curiosas? Então vem ver!

É interessante analisar como os modelos se comportam nessas audições, como eles movimentam o corpo, a maneira como respondem as perguntas, a desenvoltura na hora de dançar. Enfim, tente ver como eles lidam com a situação para você aprender mais sobre esse tipo de casting!

Esses testes foram feitos em Janeiro de 2017, então a campanha da Gucci já foi lançada! Olha só como ficou:

Intitulada “Soul Scene” (Cena da Alma), a campanha inicialmente foi inspirada pela exposição “Made You Look”, que aconteceu na Photographer’s Gallery em Londres no verão passado e faz referência à masculinidade negra e ao dandismo (característica da pessoa que se veste com elegância e requinte). Houve também a referência a um artista em destaque – Malick Sidibé, cujo retrato é inspirado principalmente na vida noturna e cultura juvenil de sua cidade natal, Bamako, Mali, na África Ocidental.

Enfim, ao meu ver a campanha ficou super original! O que vocês acharam? Deixe seu comentário!

Bjbj,

Ceci ❤

Indicação de livro: Cronologia da Moda

Modeletes, sabia que ser modelo não é “só” posar ou desfilar? É muito importante também ter conhecimento de moda e vestuário. Dessa forma você consegue sempre estar antenada,  além de saber os fundamentos do universo que você trabalha. Saber sobre moda é algo complementar, mas que pode te ajudar muito! Tanto pra estilo próprio quanto pra entender melhor as peças que você utiliza em uma campanha por exemplo.

Pensando nisso, hoje trouxe um livro muito bacana indicado pela minha professora de Panorama do Vestuário – estou fazendo uma matéria da moda na faculdade, hehe. O livro se chama Cronologia Da Moda e ele conta a evolução da moda desde 1800 até previsões para 2020!

cronologia10

livro-cronologia-da-moda_alexander-mcqueen-e-maria-antonieta_onde-comprar-livros-de-moda-2belleepoquelivro-cronologia-da-moda_alexander-mcqueen-e-maria-antonieta_onde-comprar-livros-de-moda-3

O livro é lindo, cheio de ilustrações e informações curiosas sobre cada um dos períodos. Vale muito a pena dar uma conferida models!

Vou deixar aqui uma foto do sumário, pra vocês terem uma ideia dos assuntos abordados:

cronologia3

É isso gente, o post de hoje é bem curtinho mesmo, mas é uma indicação ótima de amiga! Hahaha

Espero que tenham gostado! Já conheciam o livro? Deixe seu comentário

Bjbj,

Ceci ❤

Página para seguir: Vida de Modelo

Ei modeletes!

Hoje vim com uma indicação de uma página super legal no Facebook para vocês curtirem, ela se chama Vida de Modelo. Por lá você também encontra dicas sobre a carreira de modelo de uma forma super descontraída!

A criadora da página se chama Isabelle Ranos, tem 21 anos e mora em Pinhais/PR. Ela é modelo há 8 anos e já foi professora de passarela por 3 anos, hoje em dia faz alguns trabalhos como modelo.

17554860_854432798030258_749575805_n
Isabelle Ramos

A ideia de criar a página surgiu porque além da Isa amar moda, ela também queria ajudar os “new faces” a entenderem mais sobre esse ramo, dando dicas, falando sobre moda e sobre novas tendências.

 

A página Vida de Modelo tem 9 meses e quase 5 mil curtidas e Isa fica lisonjeada com a gratidão dos seus seguidores/leitores. Ela adora quando as pessoas vêm tirar dúvidas sobre esse ramo, o que fazer e como funciona, e então saber que nisso ela pode ajudar! A Isabelle dá dicas de como não entrar em furadas e não jogar dinheiro fora, auxiliando muitos modelos e aspirantes a se desenvolverem profissionalmente.

Como eu e a Isa tratamos de assuntos bem parecidos, resolvemos estabelecer uma parceria! Então corre lá no Facebook e curta a página Vida de Modelo pra você ficar por dentro do mundo da moda, receber o auxílio da Isa e ter acesso aos posts do Modela Com Ela. Vai ser show ❤

É isso gente, o que vocês acharam dessa nova parceria? Deixe seu comentário!

Beijos, Ceci ❤

6 peças indispensáveis no guarda-roupa de uma modelo!

Oi modeletes!

Hoje o post é sobre 6 peças que considero indispensáveis no guarda-roupa de uma modelo. Seja pra castings, trabalhos, apontamentos, entre outros compromissos, é importante que você disponha de peças básicas e geralmente monocromáticas. Lembrando que a atenção não deve se concentrar na sua roupa, mas sim em você. Então vamos às dicas?

1) Legging preta

As leggings são ótimas pois marcam bem o corpo e “afinam” o quadril. Opte por peças de cintura alta e que cubram toda a extensão da perna, o que vai contribuir para te “alongar” mais.

2) Blusas básicas 

Sabe aquelas blusas mais básicas impossível? Então, essas mesmo! Podem ser pretas, brancas ou cinzas e dê preferência as mais justas.

3) Vestidinho preto

Um vestido preto básico, além de ser ótimo para os dias de calor, é uma peça chave! Quando você for para alguma sessão de fotos por exemplo, opte por um modelo mais soltinho e que não marque o seu corpo.

4) Salto alto

 

Nem preciso dizer sobre o salto alto né? Bom, ele é super indispensável para qualquer modelo! O estilo e o tamanho do salto vai depender muito de cada ocasião, mas é bom que ele seja preto e confortável.

5) Lingerie beje

aleambrosio

Ok, não precisava desse tiro da Alessandra Ambrosio né? Hahah, mas foi a melhor foto que eu encontrei. É muito importante ter uma peça íntima básica e que possa ser adaptável a qualquer tipo de roupa, nesse sentido a lingerie beje funciona bastante. Ela é indicada quando você vai fazer alguma sessão de fotos por exemplo, daí você não corre o risco de “marcar” os looks.

6) Biquíni preto

Pensa em um biquíni básico, sem pedrinha, sem pingente, quanto menos adereços ele tiver, melhor. De preferência preto (preto é a cor das modelos né, já deu pra perceber haha). Ter um biquíni assim na bolsa é essencial, tanto em uma “open call”, quanto em um casting. Ah, e essa peça também serve para fazer as suas polas!

É isso gente! Lembre-se sempre do básico e do preto que não tem erro! hahaha

Qual dessas peças vocês já tem? Quais vocês adicionariam? Deixem um comentário!

Besitos,

Cecília ❤